Carro flex, veja quando compensa abastecer com álcool ou gasolina

Todo ano é a mesma coisa, as usinas dão alguma desculpa pra diminuir a produção de álcool hidratado e com menos produto no mercado, os preços sobem.

O problema maior acontece nas cidades mais distantes das usinas, onde o álcool chega ainda mais caro e a maioria dos proprietários de carro flex (pode ser abastecidos com álcool ou gasolina) ficam sem saber com qual combustível é mais vantajoso abastecer.

Abaixo segue uma tabela comparativa de preços de gasolina e álcool muito útil que faz essa comparação para você, eu imprimi uma desta e carrego dentro da carteira para eventuais viagens e abastecimentos pelo caminho (clique na imagem para vê-la em tamanho real):

Tabela comparativa de preços de álcool e gasolina
Tabela comparativa de preços de álcool e gasolina

Se por acaso você não imprimiu a tabela, existe uma fórmula bem fácil pra chegar à estes valores (hoje em dia todo e qualquer celular tem calculadora), basta pegar o preço da gasolina, multiplicá-lo por 7% 70% (gentilmente corrigido pelo professor Sérgio Lima, valeu 😉 ) e você obterá o valor de referência para o álcool, peguemos um exemplo:

R$ 2,50 (valor da gasolina) x 0,7 (70%) = R$ 1,75 (valor de referência para o álcool)

Então veja desta maneira, se a gasolina da sua cidade está R$ 2,50 e o álcool R$ 1,75 ou mais, compensa abastecer à gasolina e abaixo de 1,75 compensa abastecer no álcool. Cabe ressaltar que, para quem viaja diariamente com o carro, o álcool é ainda mais compensador, já que a autonomia aumenta bastante, um exemplo bem comum: Um carro que a álcool faz 6 km/l na cidade fará uma média entre 10 e 11 km/l na rodovia, praticamente dobrando a vantagem do menor preço.

Sem dizer que o álcool tem MUITAS vantagens, inclusive ecológicas, sobre a gasolina, como você pode ver abaixo:

  • Combustível ecologicamente correto, o álcool não afeta a camada de ozônio e é obtido de fonte renovável.
  • Como é obtido da cana-de-açúcar, ajuda na redução do gás carbônico da atmosfera, através da fotossíntese nos canaviais.
  • Seguindo recomendações específicas, pode ser misturado ao diesel, e à gasolina, como também pode ser utilizado sem aditivos, sem que com isso o motor sofra.
  • O álcool não contamina o óleo.
  • Refrigera a câmara de combustão.
  • Aumenta a vida útil do motor.
  • O álcool por ser mais limpo e seco, irá efetuar a limpeza das peças e componentes do motor que podem acumular impurezas deixadas pela gasolina.

Sem dizer nas dicas de economia que se aplicam a qualquer veículo:

  • Evite acelerar bruscamente ou de maneira desnecessária. O mesmo vale para os freios.
  • Quando chegar à velocidade desejada, alivie aos poucos o acelerador.
  • Não acelere o veículo antes de desligá-lo, você pode danificar o catalisador o que aumenta a emissão de poluentes.
  • Aerodinâmica: dê preferência por andar com as janelas fechadas. A redução da resistência do ar reverte na economia de combustível.
  • Verifique sempre os filtros de ar e de combustível e efetue as trocas conforme as recomendações do fabricante.
  • Não carregue mais peso do que o estipulado pelo fabricante, o consumo de combustível será maior, além de prejudicar a suspensão.
  • Retire o bagageiro quando não for usá-lo. A resistência produzida por ele aumenta o consumo de combustível.
  • Utilize o acelerador com suavidade.
  • Respeite o conta-giros, troque as marchas na rotação indicada, isso economiza combustível.
  • O excesso de velocidade, além de ocorrer riscos de segurança, aumenta o consumo de combustível. Pesquisas realizadas pela Petrobrás indicaram um aumento de consumo de até 20% nos veículos que andavam a 100 km/h com relação aos que andavam a 80 km/h. Isso se dá à resistência ao ar, quanto mais o carro corre, mais força ele tem de fazer para atravessar a barreira de ar que está “parada” diante dele.
  • Motor desregulado pode consumir até 60% mais combustível do que o normal.
  • Controle seu consumo, sempre anote a quantidade de combustível abastecida e a quilometragem percorrida, assim saberá o quanto está rodando o seu veículo em quilometragem por litro.

20 Comments

  1. Bel
  2. Pingback: Silvano Vilela
  3. Pingback: Viviane Paraguassu
  4. Pingback: viparaguassu
  5. Pingback: Anônimo
    • Neto Cury
  6. Guilherme
    • Neto Cury
  7. Pingback: Silvano Vilela
  8. RICARDO SANTOS
  9. Estevão
  10. marcus saioro
  11. claudimar
  12. Pingback: Rennan Santiago
  13. Pingback: Dennis Plucinik
  14. Pingback: AlexSena
  15. Cassio Filipe
  16. Pingback: Rede Stop
  17. Pingback: Rede Stop
  18. Maria Aparecida
  19. felipe
  20. celso
  21. celso
  22. Pingback: Camila Mendonça
  23. Renne
  24. joão braga
  25. Edi bezerra
  26. Jose
  27. Roberto

Leave a Reply